Arquivo da categoria ‘Dicas’

É pessoal, apesar de muita falação sobre os atrasos recorrentes na linha de mangá  a editora brasileira agora aposta na linha de HQs da Vertigo, mais precisamente no selo Vertigo Crime.

(mais…)

Anúncios

Hoje vai uma dica para quem já não tem mais espaço para guardar livros, quadrinhos e mangás e não tem como gastar muito dinheiro, afinal todo mundo quer ter um lugar só pra sua coleção, estantes e prateleiras personalizadas, mas até lá uma boa sugestão para conseguir cuidar das suas coisas e economizar espaço é  as caixas organizadoras.

Diferente das caixas de papelão que prejudicam o papel e atrai insetos, as organizadoras além de proteger os mangás do ambiente externo ainda ajuda a conservar o papel, além de ter um preço atrativo e barato.

Veja no Link.

E você já está sem espaço? Ainda tem? O que você faz para conseguir espaço nas prateleiras?

É galera o titulo do post já diz tudo, logo na segunda edição já tive problemas com a assinatura de One Piece, quase 10 dias após a chegada do mangá as bancas achei estranho o atraso para entrega já que geralmente os títulos da editora chegam antes das bancas para os assinantes aqui de São Paulo, pois bem ao entrar em contado com a editora eles me avisaram que por algum equivoco interno não mandaram a edição Nº2 , mas que a entrega será feita em 5 dias.

Porém nem tudo é ruim, o serviço de atendimento da Panini foi ótimo em 2 horas eles me responderam e me deram um prazo, nesse ponto a editora está de parabéns, esperar agora para não ter mais problemas.

E vocês já tiveram algum problema com alguma assinatura dos mangás?

E aguardem chegando a edição Nº2 teremos algumas novidades para o blog, aguardem.

Olá galera! Venho novamente aqui falar de prateleiras. Estava eu dando aquela fuçada básica no Mercado Livre quando me deparei com algo interessante, um usuário que cria prateleiras de mangá personalizadas para sua coleção e pode fazer uma do tamanho exato que sua coleção completa de cada titulo tem.

Achei muito interessante e legal o preço parece ser acessível, e só deixando claro que eu não conheço e nem estou fazendo “jabá”, simplesmente achei interessante e resolvi divulgar para os demais, também aparentemente é um vendedor de confiança.

Fica ai a dica para quem quiser mais informações, pode ser uma boa saída pra quem está atrás de estantes.

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-221778326-prateleira-2em1-pboneco-manga-naruto-dragon-ball-z-bleach-_JM

Hoje vamos falar de um assunto que é um dos termos mais buscados no Google pelo pessoal que chega ao site, estantes e prateleiras de modo geral para você guardar sua coleção.

Prateleiras personalizadas, além de raras ainda são muito caras no país.

Já tinha conversado com o usuário @rkun18 sobre a dificuldade de colecionadores de livros e Cia conseguir estantes de qualidade e a preço acessível, recentemente até a revista VEJA fez um matéria sobre o assunto.

Infelizmente aquelas estantes nerds ou mega personalizadas que você no Google imagens, dificilmente você vai achar por aqui, apenas se você mandar fazer em alguma marcenaria, porém isso sairia muito salgado.

O lugar onde você provavelmente vai achar estantes mais personalizadas a um preço razoável é no Peg&Faça.

Cuidado com estantes das grandes redes e supermercados, elas podem ser mais baratas, mas geralmente não agüentam muito peso, fique de olho sempre no preso antes de comprar, pode não parecer mais vários livros ou mangás reunidos fazem um bom peso.

Como já dito no blog as estantes de aços são as que agüentam bastante peso e são mais baratas, porém esteticamente são as mais feias. Porém você pode personalizá-las, alguns lugares pintam as estantes com tinta de carro, deixando elas bem mais bonitas, quase que cromadas.

Então a dica é a de sempre, pesquise, converse com marceneiros e pechinche,  mas lembre no fim é um investimento para manter toda sua coleção segura e ainda da um toque bem legal ao ambiente.

Alguns sites com estantes:

http://www.pegfaca.com.br/

http://www.prateleiras-aco.com.br/

http://www.meumoveldemadeira.com.br

http://www.mobly.com.br

Olá! Inicialmente, muito obrigado por aceitar participar da entrevista.

É um prazer iniciar uma conversa com você, estou um pouco nervoso, porque é a primeira vez que estou sendo entrevistado. Me sinto honrado. =)

Para começar conte um pouco sobre você?

Meu nome é LucIano. tenho 30 anos. Sou funcionário público e atualmente estou monitorando centro de informática pública popularmente conhecido como Infocentros. Gosto de ouvir música, assistir filmes, seriados, animes e tocar o meu violão. E claro, sair com meus amigos para uma farra em fins de semana. =D

Quando você começou a se interessar por Mangás?

Já gostava de mangás mesmo antes de começarem a chegar os mangás no Brasil. Aquela revistinha que foi muito famosa nos anos 90, a HERÓI GOLD, que sempre tinha matérias falando sobre Os Cavaleiros do Zodíaco. Tinha reportagens sobre a existências dos mangás japoneses e como já colecionava gibis nesta época (Marvel Comics e DC Comics, da editora Abril)  sonhava em ler os mangás algum dia. E, hoje, sou um assíduo colecionador de mangás e comics! Com mais de 200 títulos e mais de 2.000 revistas!

Qual foi a série ou personagem que mais te marcou até hoje?

A série que me marcou foi, e sempre será, os Cavaleiros do Zodíaco. Também já era muito fã dos grupos Super Sentai como “Changeman”, Flashman”, “Jiraya”, “Jaspion” e muitas outras séries nipônicas. Atualmente, minha série favorita é One Piece. E o personagem que mais admiro é o cabeça de Teia, o Homem-Aranha.

Quando você passou de leitor ocasional para colecionador?

Tem mais de 15 anos que faço coleção de gibis e mangás. Já gostava de colecionar figurinhas, bonecos dos comandos de ação e outras coisas que surgiam nos anos 80. (Nasci pra colecionar! risos). Passei a colecionar de verdade, quando veio a revista Herói Gold, do qual passei a dar mais valor a Gibi, pois tinha uma seção “Quadrinhos Clássicos” que passei a obter informações das quais era muito importantes obter os mais raros.

Quantos itens têm na sua coleção?

2172 em mangás, gibis e revistas de animes.

22 miniaturas

E mais de 200 DVD de filmes, animes e seriados.
Você costuma a comprar seus quadrinhos onde? Você vai atrás de sebos?

Moro no interior da Bahia, e por ser uma cidade pequena, não há existências de bancas de jornais e revistas.Tampouco sebos.  Há muito tempo atrás, na minha cidade apenas existia uma banca de revistas. Mas já tem um tempo que foi fechada. E o que fiz? Quando a internet ainda estava para surgir, tive que ir a uma outra cidade comprar as revistas. E o que me fez gastar mais. Atualmente, com o acesso a internet, compro sempre em lojas virtuais como a Comix, Anime Pro Loja, Liga HQ e de vez em quando na Estante Virtual, quando desejo procurar revistas esgotadas ou antigas.

Tem alguma preferência por editora ou formato?

Naquela época, quando a CONRAD e a JBC iniciou seus mangás em MEIO-TANKO que não sabia deste detalhe. Mas mesmo assim achava mais barato e que dava pra comprar mais mangás. Hoje, meio tanko está quase um preço de um Tankobon! Por isso, prefiro formato original japonês. Com a quantidade de títulos em bancas, está praticamente impossível colecionar tudo que sai.

Se você já tem um mangá em meio-tanko e ele é lançado em formato Tankohon você compra novamente?

O único mangá que eu estou comprando novamente, em Tanko, é One Piece, por motivos óbvios. A panini adotou um novo formato Tanko do volume 36 de onde a Conrad parou no volume 70. E como sou uma pessoa que gosta de tudo bonitinho e organizado, resolvi colecionar tudo de novo. Sem contar que, com esta nova  tradução e adaptação, os nomes dos personagens e lugares, agora estão corrigidos.

Entre os Comics e os Mangás qual tem uma importância ou uma preferência maior para você?                                          Atualmente estou mais gostando de ler mangás. Só compro agora edições especiais americanas, como por exemplo: Batman Cavaleiros das Trevas, Watchmen, Batman – A piada mortal, dentre outras, no formato Edição Definitiva. Estou aguardando V de Vingança, que a panini deverá publicar ainda este ano. Revistas mensais da Marvel e Dc, já parei desde quando a Editora Abril deixou de publicar.

Quais são seus itens favoritos, que tem um valor financeiro ou emocional maior para você?

São as minhas revistas HERÓI GOLD. Sempre quando folheio, sempre fico emocionado. A Herói faz parte da minha vida, sempre esteve ao meu lado, toda semana, naqueles anos todos! A edição 01 do Homem-Aranha da Editora Abril, também é o meu xodó.

Você já fez alguma loucura para comprar um item ou uma coleção?

Muitas! Teve uma vez que paguei caro na edição 01 de Homem-Aranha. Tive que viajar para São Paulo, para procurar esta revista. Nesta época, a internet ainda era de dificil acesso. Lembro que não existia o Mercado Livre ou Estante Virtual

Todo colecionador tem sua mania, seu ritual, seu modo de ler, quais são as suas?

Eu não sei se tenho manias ou ritual terei que perguntar para alguém! rsrsrs. Acredito que tenho fixação por números. Sempre vou olhar minha estante e sempre observo a quantidade de mangás e gibis. Fico muito tempo olhando para elas.

Já passou por algum incidente com a sua coleção?

Nenhuma! Espero que não aconteça nada!

O que você tem acompanhado nas bancas ultimamente?

A lista é imensa. Atualmente estou colecionando: Air Gear, Bakuman, CDZ – episodio G, Berserk, Bleach, Kimini Todoke, Hikaru no Go, Fairy Tail, Kekkaishi, Homunculus, One Piece, Hunter x Hunter, D.gray-man, Gantz, HOTD, Claymore. Futuramente Dragonball, 20th century boys, Monster!

O que você tem achado do mercado de mangás atualmente?

Ainda tem que melhorar muito. A parte física dos mangás ainda estão muito ruins em relação as edições japonesas e americanas. O papel ainda não é de qualidade. Outra coisa é que falta muito para publicarem mangás “Edições Definitivas” para colecionadores. Na áre de markenting, só agora a Panini tem feito ótimo trabalho fazendo promoções, sorteando mangás e conversando com o consumidor através das redes sociais como Facebook, Twiter e do Atendimento ao Leitor tirando todas as dúvidas. A JBC ainda está estagnada. Apesar de ser a pioneira dos mangás, deveria ter um crescimento editorial maior. Tais exemplos como a parte física dos mangás estão muito a desejar. Traduções duvidosas e exageros nas gírias.Alguns títulos tem melhorado como de Hikaru no Go e Bakuman.  Enfim, ainda não é tarde para as editoras melhorarem e sastifazerem os consumidores.

Se você só pudesse salvar 3 séries da sua coleção quais seriam?

Nossa que díficil essa pergunta! Não sei qual seria o grave problema se ocorresse. Se desse para salvar só 3 séries, escolheria os gibis do Homem-Aranha, os mangás de One Piece e Berserk.

Obrigado pela entrevista, algo para finalizar? Um recado para os Otakus ou colecionadores?

Pra os fãs de animes, mangás e comics é com muito orgulho compartilhar esta vida de colecionador pois não há nada melhor que consumir algo que gostamos. Só tenho algo a dizer, na verdade é um protesto às editoras. Nós, consumidores, exigimos melhorias nas condições físicas dos nossos mangás, a qualidade do papel é muito ruim. E também queremos publicações de mangás no formato edição definitiva. Como é o caso do mangá CAVALEIROS DO ZODIACO, DRAGONBALL, SAMURAI X, SAKURA CARD CAPTORS que estão e vão ser lançados novamente, por um formato TANKO. Espero que eu, colecionador assíduo, e não somente eu e sim, de muita gente deseja, queremos ser atendidos. É isso, um forte abraço a todos.

Cada vez mais cresce o número de títulos nas bancas, principalmente dos títulos longos e só recentemente chegaram Dragon Ball, One Piece, Air Gear, Bakuman, Saint Seiya e ainda se especula que pode chegar no 2º semestre ou ano que vem Beelzebub, Reborn e Toriko. Ainda temos nas bancas, os mangás de “Curta duração” que geralmente são lançados bimestralmente, mas vale a pena comprar o mangá mês a mês nas bancas? Realmente acompanhar a publicação faz com que você não perca nenhum número, além de você ir pagando a coleção aos poucos, como se parcelasse a coleção toda no cartão, porém como no cartão isso teria um “juros”?

Vou dar o exemplo do mangá da JBC, Lost Canvas que foi lançado no valor de R$: 12,90 com a justificativa de ter sido um contrato mais caro com os japoneses. O título é sem dúvida um dos melhores ou o melhor da franquia, entretanto o valor pedido é caro pelo produto final.  Sendo assim na minha opinião, esse é o que eu chamo de “série de evento”, já que você provavelmente achará o titulo no valor de R$: 8,00 ou R$: 9,00 nos eventos de anime, pode parecer pouco, mas no fim, o desconto é grande e o preço fica com um valor condizente  ao produto final.

Eventos são sempre uma boa opção de economia.

Temos também o caso de One Piece , onde a Panini visando prender os fãs de uma série (muito) longa deu a opção de os fãs fazerem a assinatura, deixando o valor do mangá pela metade do que você pagaria nas bancas e ao longo prazo vira uma baita economia.

Se você for um consumidor paciente pode esperar as promoções das grandes lojas e comprar a coleção todo por um preço mais baixo ou sempre ir caçando nos sebos.

Comprar na banca ajuda sem dúvida, mas a prudência sempre ajuda para no fim, você colecionar tudo que tem vontade e poder economizar o máximo possível.