Arquivo da categoria ‘Vale a pena Colecionar?’

É colecionadores preparem o bolso, afinal nos últimos dias foram anunciados diversos títulos, outros ficaram subentendido e ainda temos os já anunciados anteriormente.

Então segue uma lista dos títulos e de possível duração e valor deles nas bancas brasileiras.

Soul Eater

Os bruxos devem chegar ás bancas até junho e com o valor de R$: 10,90 a série que será mensal deve alcançar os 23 volumes lançados no Japão em maio de 2014, tendo custado cerca de 250 reais.

Freezing

A série que conta com belas mulheres para prender os leitores, sendo o único Seinen nos lançamentos da editora. Com 12 volumes lançados até o momento na terra do sol nascente e com um lançamento programado para Maio, devemos no mesmo mês de 2013 atingir esses números a um custo de 130 reais.

Lost Canvas – Gaiden

Apesar de ainda não ter sido oficializado tudo indica que o mangá chega esse semestre, porém sem data prevista para os lançamentos já que no Japão ainda está apenas no 5º volume. (Peixes, Escorpião, Aquário, Câncer e Capricórnio até o momento).

 Sakura Card Captors

Apesar do enorme atraso, Marcelo Del Greco tem prometido o mangá ainda para o 1º semestre desse ano, aliás, o mangá é o único que poderia ganhar algumas páginas coloridas dentro da editora. Com um ano de duração toda a série custará cerca de R$: 130,00.

Monster

A fantástica série de Naoki Uruasawa está prevista para sair em Março, mas só deve chegar em Maio/ Junho e terminar os lançamentos dos 18 volumes no natal de 2013, com um custo total de aproximadamente 196 reais.

20 Century Boys

A segunda série de Naoki a chegar nas bancas segue sem data definida, mas espera-se que seja ainda no primeiro semestre. A obra conta com 22 volumes e só deve acabar em 2014 com um custo total de 239 reais.

Dragon Ball

Com sua capa confirmada a esperança é que o titulo chegue às bancas no mais tardar em Maio, a sua terceira publicação no país deve acabar só entre 2014/2015 com seus 42 volumes e com um custo em torno de 460 reais.

Black Blutter

Ainda sem data de lançamento e periodicidade confirmada, mas com 12 volumes lançados até o momento no Japão deve ser mais umas das séries que até então ficam em torno de 130 reais.

Mad Love Chase

A aposta Shojo da editora também não tem data de lançamento, é a série de curto lançamento da editora com seus 5 volumes já finalizados no Japão. Com um custo total de R$: 54,00 deve ser um atrativo para trazer leitores de outros títulos para a série.

The One I Love

Um shojo da Clamp e além de tudo One-Shot deve agradar quem gosta do titulo e leitores casuais, porém o titulo segue sem valor e data de lançamento definido.

Man of Many Faces

Mais um titulo da Clamp, mostra que a editora está buscando pegar parte do mercado que as duas maiores editoras deixaram de lados. O titulo conta com duas edições e não deve passar de R$:15,00.

Shunka-Den

Mais um titulo em volume único da CLAMP que deve agradar quem gosta e leitores ocasionais de Shojo, ainda sem data definida de lançamento.

Dead Zone

Um dos mangás brasileiros da editora que entra na onda dos zumbis, porém não se tem idéia de números de volumes ou de periodização da série.

Gate 7

Talvez o titulo atual mais famoso da CLAMP que tem 2 edições e ainda está sendo lançado no Japão. Deve ser um dos principais títulos em vendas da editora.

Hansel & Gretel

Mais um mangá brasileiro sem data de lançamento e periodização definida,

Helena

Dessa vez a obra é uma adaptação do livro do fantástico Machado de Assis e deve ser lançado em volume único, mas como de costume não se sabe quando o mangá será lançado.

Escrito por Huang Jin Zhou e desenhado magistralmente por Himura Arakawa, Hero Tales conta a história de Taito Shirei um destemido jovem que odeia perder qualquer luta e que após ter seu poder estelar despertado, parte em sua jornada.
Diz a lenda que numa época de caos, sete guerreiros que possuem o poder das estrelas, os Hokushin Tenkun, irão despertar para defender o povo. Porém, dentre as estrelas existem duas que não podem coexistir, pois estão destinadas ao confronto. São elas Tonrô e Hagun. (Fonte: jbc)

Editora: JBC
Formato:
Tankohon
Páginas:
200
Total de Volumes:
5
Periodicidade:
Mensal
Possível encerramento:
Julho de 2012
Preço por volume:
R$: 10,90
Preço da Coleção:
R$: 54,50

 

Capa: Esta muito bonita, sem duvida uma das melhores da JBC nos últimos tempos.

Lombada: Também ficou ótima e estilisticamente promete ficar uma coleção bonita de se ver na estante.

Papel: O papel segue os moldes JBC de Evangelion e Bakuman, não é o ideal ainda, mas está aceitável.

Impressão: Arrisco-me a dizer que é uma das melhores impressões que já vi nos últimos tempos, superior inclusive a de One Piece que já estava boa.

Distribuição: Setorizada. Para quem mora no eixo Rio-São Paulo não tem grandes problemas com data de entrega, aparentemente sempre no começo do mês. Para os demais ainda não se sabe em que mês o mangá chegara às bancas.


Tradução:  Ficou por conta do Edward Kondo e ficou muito boa, só não entendi o motivo da editora não traduzir ou por um glossário com os nomes das estrelas, usado nos personagens recorrentemente, assim o leitor tem que ficar voltando no rodapé da única página que tem o nome das estrelas traduzidas.
Vale a pena? : Do lado de técnico está impecável e sem dúvida vale a pena, porém se você quer uma história ai a coisa complica, o mangá é um shonen que usa e abusa dos clichês, porém um clichê desenhado de forma magistral por pela Arawaka.

Então ótimos desenhos, impressão, capa e todo mangá físico está em um nivel muito bom, mas história fica devendo um pouco, mas da pra ler e passar o tempo.

Editora: Panini
Formato:
Tankohon
Páginas:
208
Total de Volumes:
Atualmente está no 64.
Periodicidade:
Mensal do 1 ao 36 e Bimestral do 36 adiante.
Possível encerramento:
Sem previsão.
Preço por volume:
R$: 10,90
Preço da Coleção:
697,60 (Até o volume 64.)

Capa: Apesar do burburinho causado pelas bordas na edição nº1 e a falta do mapa no fundo o trabalho final da Panini ficou muito bonito, principalmente o da edição nº36. Os raios solares se mostraram no fim uma boa escolha da editora.

Lombada: Essa era minha preocupação quando saiu as primeiras fotos do mangá, ficar com aquele arco-íris na prateleira igual a Conrad fazia, porém a lombada ficou linda, não ficou simplesmente uma cor aleatória e sim tudo bem distribuído e muito estiloso.

Papel: O papel está com uma ótima qualidade, talvez só fique atrás do de cavaleiros, porém não tem do que se reclamar. Vale a nota que no canto das páginas tem o chapéu do Luffy um detalhe bem legal.

Impressão: Está ótima, aliás, imprimir o prefácio do autor na contra capa e colorido foi uma idéia simples, mas que deixou o mangá muito mais bonito.

Distribuição: Setorizada. Para quem mora no eixo Rio-São Paulo não tem grandes problemas com data de entrega sempre sendo até agora no dia 15. Para quem mora em outros estados por hora parece estar chegado na data, vamos esperar e ver.
Tradução: A nova tradução feita pela Drik Sada segue o padrão da Panini com o uso dos sufixos, além de usar muito mais gírias e ditados, porém não ficaram ruins, principalmente as falas do Franky ficaram muito bem adaptadas e fizeram juz ao personagem. A editora também optou por manter a gráfica Luffy ao invés de Ruffy como era usada na versão da Conrad. Em breve um post só sobre isso.
Diferenças de conteúdo com a versão da Conrad: Aparentemente nenhuma, apesar de a quem prefira paginas brancas off-set da Conrad, porém vale lembrar que no meio do caminho ela mudou o papel para uma versão amarela muito ruim.
Vale a pena? : Sim, sem duvida. Arrisco-me a dizer que principalmente a edição 36 foi um dos melhores mangás físico lançado atualmente, além de ser o único jeito de você completar a série. Com a assinatura da Panini vale a pena colecionar, afinal o valor do produto cai bastante, porém se você já tem a versão da Conrad e não tiver os próximos lançamentos do marcado, colecione pelo menos o restante pois vale a pena.

Essa nova coluna vai analisar os lançamentos feitos no Brasil, mostrando a qualidade da edição e tentando mostrar os prós e contras de se colecionar determinado título. Começamos com o lançamento da JBC e assim que sair One Piece nas bancas a coluna volta.
Enquanto isso vocês pediram e agora temos uma Fan Page no Facebook, não deixe curtir.

Editora: JBC
Formato:
Tankohon
Páginas:
180
Total de Volumes:
28
Periodicidade:
Mensal
Possível encerramento:
Abril de 2014
Preço por volume:
R$: 10,90
Preço da Coleção:
R$:305,20

Capa:Apesar de muita polêmica sobre as bordas na capa, pode-se dizer que o resultado final não ficou tão ruim assim. As bordas seguem o padrão do “céu estrelado” como no mangá de Lost Canvas e quando colocado tudo junto na coleção fica bonito.
A imagem também está bem trabalhada, diferente do que foi feito com Evangelion e principalmente não contém escrito Edição Especial.

Papel: Sem duvida tem o melhor papel de um mangá nos últimos tempos, muito próximo do Off-set branco, espero que o papel seja adotado em toda linha da editora.

Impressão: Está em ótima qualidade e sem maiores erros.

Distribuição: Setorizada. Para quem mora no eixo Rio-São Paulo não tem grandes problemas com data de entrega sempre sendo até agora próximo da metade do mês. Para quem mora em outros estados a distribuição geralmente é feita com atraso de edições.

 
Tradução: Como já mostrei em outro tópico a tradução na minha opinião ficou superior a versão da Conrad, porém pelo padrão da JBC se nota e pode esperar ainda mais termos consagrados no anime.

 
Diferenças de conteúdo com a versão da Conrad?: Inicialmente a única diferença de conteúdo foi 2 páginas que aparentemente foram cortadas da versão antiga.

 
Vale a pena? : Se você não tem a edição da Conrad vale a pena ou se você não tem problemas em colecionar tudo o que sai nas bancas e quer ter mais essa coleção também é valido, mas se você já tem a edição da Conrad e tem que decidir entre essa versão e um outro mangá de lançamento inédito no Brasil, fique com o inédito. No fim das contas o mangá  físico está em ótima qualidade, mas não traz nada de novo e sem duvida se um dia lançarem Kazenbans no país a primeira será de Saint Seiya.