Por Que Colecionamos?

Publicado: abril 4, 2014 em Coleções, Mangá, Quadrinhos
Tags:, , , , ,

Desde pequeno eu sempre gostei de colecionar e sempre pensei o que vai ser dessa coleção quando eu morrer? Ou por que gastamos dinheiro com essas coisas, então finalmente tentei entender e pesquisar o motivo, o por que colecionamos.  Hoje vou tentar deixar o fator da importância histórica de colecionar de lado para tentar focar mais nos conceitos da psicologia ou simplesmente do comportamento humano. E você, por que você coleciona?

Hoje com a internet dando a opção da versão digital de tudo, nos trazendo praticidade na pesquisa e no acesso desses itens, por que ainda continuamos a colecionar coisas físicas? Seja jogos, DVDs, mangás, ou seja, lá o que for na mídia física? Muito provavelmente mesmo tendo o arquivo físico, sempre será mais fácil achar o que queremos no computador. No fim já cedemos ao digital em algum ponto, no meu caso cada vez mais dou preferência à versão digital dos jogos. Talvez com o tempo o colecionador de itens físicos sejam como o colecionador de vinil é na atualidade.

O que muito foi dito nos textos que encontrei durante minha pesquisa é que colecionar é a maior forma de guardar fisicamente os bons momentos que vivenciamos com uma obra ou em determinado período da nossa vida. Aquele sentimento que você teve lendo, vendo ou jogando aquela obra estará eternizado para sempre na sua estante.

Isso seria visto no “ciclo” de vida do colecionador, que mudaria suas ações conforme as fases da vida.  Durante a infância a criança coleciona os mais variados objetos, mudando o item que ela coleciona de tempos em tempos. Isso aconteceria pela necessidade de classificação do mundo exterior, que ajuda na fixação de ideais e conceitos.

Geralmente durante a puberdade e adolescência a maioria das pessoas para de colecionar ou leva isso como algo ocasional ou até sem importância. Já na fase adulta a coleção se firma geralmente focada em algo especifico e com grande valor sentimental.

Um exemplo de personagem colecionador que mostra um pouco dessas manias, é o  da série de TV, Dexter, programa qual o protagonista é um serial-killer de assassinos, sempre antes de matar sua vitima, Dexter coleta o sangue, colocando ele em uma paleta e depois arquivando em uma caixa no qual ele guarda para seu próprio deleite. O personagem justifica sua coleção, como um meio de organizar o caos na sua vida, que dentro daquela caixa, ele se encontra para organizar o mundo ao seu redor.

Outro motivo que sempre está ligado a colecionar é a necessidade do ser humano de se identificar, materializar essa identificação nos itens da coleção, ajudando a tornar a pessoa mais única ou parte de um grupo social.  Muitos também gostam de colecionar itens raros, pela diversão de procurar o item e a sensação de recompensa quando finalmente consegue adquiri-lo.

Freud e alguns estudos na área. 

Alguns psicólogos têm estudado esse comportamento humano, como Randy Frost e Veselina Hristova que abordam os efeitos negativos em se colecionar, que em alguns casos pode ser uma compulsão de pessoas mentalmente saudáveis por acumulo de coisas ou apenas de algo em específico. A compulsão seria um déficit devido a traumas cerebrais.
Segundo eles, colecionar diminui a insegurança e a ansiedade sobre a vida do indivíduo, algumas vezes fazendo com que a pessoa perca sua identidade ou parte dela.

Já o psicólogo Mark McKinley  divide os colecionadores em vários campos, todos baseados em motivações, são elas: Por prazer, por investimento, para preservar o passado, para aumentar o circulo social, para fama, para organização, pela procura do objeto.

Até Sigmund Freud, o mais famoso dos psicólogos colecionava gravatas e para ele o que leva uma pessoa a colecionar é um trauma na infância, como por exemplo, uma criança que faz xixi ou cocô na rua, na cama, com força suficiente para gerar um trauma grande o bastante para fazer a pessoa adulta colecionar com o intuito de controle ou mesmo na tentativa de voltar no tempo.  Alias, esse trauma era o motivo que o próprio Freud colecionar gravatas.  Traumas sexuais ou a falta de uma vida sexual ativa, também ajudaria a formar colecionadores que compensam a frustração no sentimento de satisfação que uma coleção pode dar ao indivíduo.

Sem colecionadores no mundo não existiram os museus e boa parte da história provavelmente seria perdida, mas isso é assunto para outro post. E você, qual motivo você acha que movo o seu amor por colecionar? E o quão te faz bem colecionar? Comente!

Fontes:

http://www.abrafite.com.br/artigo14.htm

http://www.thelmapalhamuseus.com/projetos/p_colecionar.htm

http://www.annaramalho.com.br/news/amigos-da-anna/octavio-caruso/9917-porque-colecionamos.html

http://es.dexter.wikia.com/wiki/Dexter

http://emagazine.credit-suisse.com/app/article/index.cfm?fuseaction=OpenArticle&aoid=178176&lang=EN

http://askville.amazon.com/collect-things/AnswerViewer.do?requestId=62849105

http://reecewhiskey.wordpress.com/2013/08/31/why-do-we-collect-things/

http://atkinsbookshelf.wordpress.com/tag/psychology-of-collecting/

http://nationalpsychologist.com/2007/01/the-psychology-of-collecting/10904.html

http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/jclp.20790/abstract;jsessionid=3B51CEF2C9C8333566B8D7FB6998D748.d04t04.%C2%A0www.toptenz.net/top-10-unusual-celebrity-collections.php

 

 

Anúncios
comentários
  1. Acho q ñ está certo esse ” estudo dos psicólogos”. Ñ acho q uma pessoa coleciona por ter tido trauma de alguma coisa. No meu caso, coleciono, pelo sentimento de q isso fez e faz parte da minha vida, uma herança q quero passar pra futuras gerações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s