Como foi o 1º show de Visual Kei/J Rock do Brasil!

Hoje BTS e as maiores bandas de K-POP vêm ao Brasil, no J-Rock já tivemos X-Japan, Miyavi e muitos outros, mas no começo dos anos 2000 isso era algo impensável. E esse post não tem muito proposito em si a não ser de memória, pura e simples, de um evento que olhando hoje tem em sua relevância ter sido o primeiro show de visual kei no Brasil  (talvez o primeiro show fora de evento de J-rock também) e um olhar de como era a cena de música oriental na época.

O ano era 2007, os eventos de anime já estavam consolidados, show com cantores japoneses como Akira Kushida, Kōji Wada entre outros que cantavam abertura de animes e tokusatsu já era normal desde o começo dos anos 2000 por aqui. E pra nossa realidade na época já era algo demais, ainda quando eventos custavam R$ 15,00 a R$ 40,00.

Pensar em uma banda de J-Rock vir ao Brasil era surreal, os boatos que tinham até ali nunca eram verdadeiros e ninguém botava muita fé.  Até que em 2007 a Yamato (até então a grande empresa organizadora dos eventos de anime) e o site JaMe Brasil fizeram uma parceria, para trazer a banda de Oshare kei, Charlotte. Honestamente a banda tinha um fandom de 20 pessoas que até o buscaram no aeroporto e ficaram no hotel com eles, mas no geral a maioria do público não os conhecia, hoje talvez ela fosse considerada uma banda flopada, mas pra 2007 e pra sede que tínhamos em ter um show de uma banda aqui, todo mundo foi aprender as músicas, conhecer os clipes, literalmente abraçar a banda.   Que faria um show em São Paulo e um no Rio de Janeiro.

Em São Paulo o show foi obviamente no bairro da liberdade, na Associação Okinawa do Brasil, com ingressos por R$ 50,00 a inteira e R$ 25,00 a meio entrada. O lugar apesar de ter lugar para 3 mil pessoas era quase que uma quadra de futebol de escola adaptada e segundo o JaMe Brasil no começo do show já tinham entrado mil pessoas na casa e obviamente como todo evento de anime naquela época o lugar não tinha ventilação e era uma pequena sauna.

Como dito anteriormente, além dos poucos fãs da banda a maioria era otakus, frequentadores da liberdade e dos eventos de anime que decoraram as duas principais músicas da banda: Diamond Busaiku e Yokohama love story. Porém a felicidade era tanta de ter um show, uma banda aqui que o publico fez tudo que podia para cantar todas as músicas, cantou parabéns para o vocalista Kazuno que faria aniversário nos dias seguintes e transformaram a vinda e os movimentos dele em uma cobertura digna de estrela de hollywood.

Por outro lado a banda claramente ficou emocionada, não só pela diferença de estrutura e postura dos fãs orientais pros latinos, fazendo agradecimentos, brincadeira e transformando o hit da banda em Diamond Burajiru. Claramente era uma troca de lacunas de uma banda pequena ser tratada como gigante e com todo amor e um público carente e na esperança que o cenário do J-Rock mudaria. E pelo que se comentou depois do show do Rio seria um sucesso também.

Com sua dose de vergonha alheias otakus e j-rockers fedorentos tudo começou e hoje como um bom véio paia, com seus trinta e poucos, que acompanha bem menos música oriental e evita muvuca, quando eu vejo esses eventos maiores atuais de K-POP eu acabo me sentindo de certa forma parte da história coletiva da música asiática no país.

Como eu disse antes ignorem esse post, é só um velho ruminando suas lembranças.

 

https://www.estadao.com.br/noticias/geral,a-invasao-do-j-rock,74914

http://www.jame-world.com/br/articles-3493-live-report-do-charlotte-em-sao-paulo.html

http://www.jame-world.com/br/articles-3180-charlotte-no-brasil.html

http://www2.uol.com.br/ohayo/v3.0/eventos/materia-setembro/outubro09_charlotte.shtml

https://whiplash.net/materias/news_898/062107.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s